Ir para

Utilizamos cookies próprias e de terceiros para melhorar a sua experiência e os nossos serviços. Se continuar a navegar consideramos que aceita a sua utilização. Pode obter mais informações na nossa Política de cookies.

Fechar

Viajantes com necessidades especiaisTem dúvidas?

Posso levar um concentrador de oxigénio, CPAP, dispositivo respiratório para a apneia… ou similar? E um equipamento de diálise?


Os CPAP, concentradores de oxigênio e dispositivos respiratórios similares são permitidos sempre sob supervisão do serviço médico da Iberia pelo que deverá contatar com antecedência em relação à data do seu voo o serviço de assistência telefônica Serviberia ou qualquer balcão da Iberia. Tenha em conta que não existem tomadas a bordo pelo que o dispositivo deverá estar equipado com baterias secas. Devido à segurança em voo é possível que estes dispositivos tenham que ser desconectados durante a viagem pelo que só serão permitidos em casos que a desconexão não interfira na saúde do passageiro.

O equipamento de diálise pode viajar gratuitamente, sem estar incluído na franquia permitida pela passagem, até um limite de peso de 50 kg, tal como as quantidades de medicamentos necessárias às doses de diálise para dois dias.
A sua aceitação no momento do embarque não necessita de autorização, sempre que o seu uso durante o voo não seja necessário. Caso contrario, contate a Serviberia para solicitar a autorização médica correspondente.

Recomendamos garantir a correta embalagem do equipamento de modo a evitar danos durante o seu manuseio.

Voltar acima

Passageiros corpulentos


Pela sua própria comodidade durante o voo, a Iberia permite adquirir um assento adicional. O assento adicional ou "Extra Seat" refere-se sempre ao assento contíguo. A Iberia nunca poderá garantir ou reservar o assento frontal.
Você pode solicitá-lo entrando em contato com o nosso centro de serviços para adquirir a sua passagem de avião e, adicionalmente, um Extra seat ao mesmo preço que a sua tarifa.

Se realizou uma reserva através da sua agência de viagens e ainda não começou a viagem, por favor, entre em contacto com a mesma.

Voltar acima

Como posso solicitar um serviço especial para passageiros que padecem de uma doença ou com mobilidade reduzida?


Passageiros com necessidades especiais são as pessoas que sofrem de alguma doença quer seja recente ou crónica, grávidas ou mães com parto recente e outros casos em que seja necessária alguma ajuda no momento de viajar (cadeiras de rodas, macas, etc.).

O regulamento geral recomenda consultar o seu médico antes de viajar em casos de:

  • Problemas cardiovasculares
  • Problemas respiratórios crónicos
  • Anemia severa
  • Diabetes instável ou câncer
  • Que estejam a tomar medicação imunossupressora
  • Que o seu estado para viajar esteja em dúvida por qualquer causa

Em alguns casos poderá ser considerado como caso médico, sendo necessária a autorização do Serviço Médico para poder viajar:

  • Necessidade de fornecimento de oxigénio
  • Utilização de uma maca por não poderem viajar sentado
  • Uso de uma incubadora de tipo autónomo por se tratarem de bebés prematuros
  • Incapacidade de compreender instruções e de as cumprir
  • Doentes agudos, crónicos ou convalescentes de operações cirúrgicas que, pelas suas características no momento do voo, o seu transporte possa ser causa de agravamento ou morte.

Pessoas com Mobilidade Reduzida são as pessoas com qualquer incapacidade física (sensorial ou motora), deterioração das faculdades intelectuais, idade ou qualquer outra causa de incapacidade, ao utilizar um meio de transporte e cuja situação requeira atenção especial e a adaptação dos serviços postos à disposição de todos os passageiros às necessidades dessa pessoa.

Na Iberia, com a colaboração dos Gestores Aeroportuários de cada país, revemos processos para facilitar o seu deslocamento e trabalhamos diariamente na concepção de aviões mais adaptados, com procedimentos específicos para cada necessidade e onde estamos constantemente aprendendo para oferecer a viagem segura e confortável que merece por direito.

Planifique a sua viagem com tempo e tenha em conta todas as suas necessidades. Pergunte a Serviberia , onde obterá mais detalhes e farão a gestão de qualquer pedido de serviço especial que necessite e onde pode receber as recomendações dos nossos especialistas.
Recomendamos que o pedido de assistência especial se realize, pelo menos, com 48h de antecedência antes da partida do seu voo para poder garantir o serviço na sua chegada.

Mais informação

Voltar acima

Cadeiras de rodas e auxiliares de locomoção


Os passageiros com mobilidade reduzida poderão transportar sem encargo adicional dois equipamentos de mobilidade (cadeira de rodas, andarilhos/utensílios ortopédicos).

Se se tratarem de cadeiras eléctricas accionadas por baterias secas, os bornes deverão estar isolados e o acumulador desligado e preso à cadeira. No caso de cadeiras accionadas por baterias húmidas, estas deverão poder ser carregadas, estivadas, presas e descarregadas sempre em posição vertical, com o acumulador desligado e presas às cadeiras e os bornes isolados.

As cadeiras de rodas accionadas mecanicamente serão consideradas artigos ou acessórios pessoais do passageiro e, portanto, não serão sujeitas a custos de excesso de bagagem.

Aumente a informação sobre Cadeiras de rodas accionadas mecanicamente

Voltar acima

Posso levar como bagagem de mão os meus medicamentos?


A Iberia, a pensar no seu bem-estar, recomenda que mantenha sempre toda a sua medicação na bagagem de mão, de modo a que esteja facilmente acessível.

No caso de passageiros cuja doença necessite de ser tratada com medicação injectável (diabéticos, etc.), ser-lhes-á pedido um Atestado Médico para poder transportar as seringas, as agulhas e a medicação necessária a bordo.

Não se esqueça que, devido ao facto dos Serviços de Segurança dos aeroportos estarem fora do nosso controlo, deverá ter preparado um plano de contingência com o seu médico, para o caso das autoridades competentes não lhe permitirem aceder ao avião com os referidos objectos.

Para mais informações, por favor entre em contacto com a Central de Reservas da Iberia no seu país.

Voltar acima

O que é o cartão FREMEC e como poderei solicitá-lo?


O cartão médico para passageiros frequentes (Frequent Traveller Medical Card), representa uma autorização médica temporária para o passageiro que viaje com a Iberia ou com qualquer outra companhia aérea. Lembramos que este cartão só poderá ser emitido pelos Serviços Médicos das companhias aéreas associadas à IATA, a pedido do passageiro e com base num relatório do mesmo Serviço Médico.

Embora o cartão FREMEC possa substituir os relatórios e autorizações médicas, se necessitar de uma assistência especial, tenha em mente que deverão ser preenchidos os relatórios e autorizações por parte do Serviço Médico da companhia aérea transportadora.

Voltar acima

Posso viajar se estou engessado?


Conforme estabelecido em diversos protocolos internacionais, as medidas de segurança médico-sanitárias proíbem que pessoas que tenham sido engessadas utilizem meios de transporte aéreo 24 horas antes da decolagem prevista do voo.
Depois desse período, você pode continuar com seus agendamentos e voar conosco para qualquer um dos nossos destinos, com toda a segurança que você merece.
As alterações de reservas podem ser processadas sem despesas adicionais até sete dias após a data de voo marcada. Para isso, acesse a Central de Reservas[é aberto em uma nova janela] ou fale com a sua agência de viagens. Não se esqueça de enviar ou apresentar um certificado de atendimento médico e de colocação de gesso (atestado médico, ficha de atendimento em Pronto-Socorro, etc.).

Voltar acima

Que cães são considerados cães-guia ou e animais de apoio emocional e como viajar com eles?


Cão-guia é o cão que foi especialmente treinado para ser os olhos, a voz e ouvidos do seu dono. Devido a estas circunstâncias, e salvo raras excepções, não precisa dos mesmos requisitos que os restantes animais de estimação.

Os cães-guia serão transportados na cabina em conformidade com as normas da companhia aérea e de importação nacional, sempre que acompanhem passageiros cuja orientação dependa deles, sem qualquer custo adicional.

Caso se tratem de passageiros surdos, estes necessitarão de um certificado médico que confirme este estado.

A Iberia aceita cães de terapia ou de suporte emocional apenas quando o passageiro esteja viajando de/para os EUA como origem ou destino final. O serviço é oferecido para voos operados e reservados com código Iberia.
Para mais informação, por favor consulte Passageiros com Necessidade de Assistência Especial.

Se você quiser viajar ao Reino Unido com o seu cão guia ou animal de serviço, você deve executar uma série de procedimentos anteriores estabelecidos pelo Departmet for Environment Food and Rural Affairs "DEFRA" para evitar os seis meses de quarentena obrigatória de admissão animais de estimação no país.

Não será cobrado qualquer custo adicional às Pessoas com Mobilidade Reduzida pelo transporte dos objectos básicos que facilitem a sua mobilidade nem de outros elementos essenciais auxiliares em caso de incapacidade.

Para mais informação, por favor consulte Transporte de animais domésticos

Voltar acima

O que é o relatório INCAD?


O INCAD (Incapacitated Passangers Handling Advice) é um documento que as agências de venda de bilhetes, agências, etc. têm de preencher quando vendem um bilhete para um passageiro doente que precisa de meios complementares tais como maca ou oxigénio, ambulância na origem ou destino… ou cuja saúde possa ser afetada durante o voo, afetar seriamente os restantes passageiros, ou colocar em sério perigo a segurança durante o voo.

Este documento contém informação relevante das condições do passageiro e é o utilizado pelo Serviço Médico da Iberia para emitir a autorização para voar ao passageiro, indicando os requisitos necessários (se precisar de acompanhante, se tem que ser pessoal de saúde, etc.)

Voltar acima

Pergunte-nos

Ferramentas